3 de noviembre de 2014

Imaginando convida


Convidamos você a participar da oficina “Imaginando” organizada pela turma da disciplina Acervos Fotográficos da Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCINF) da Universidade de Brasília (UnB).
O projeto Imaginando é uma metodologia de ensino desenvolvida na Universidad Complutense de Madrid (UCM), em 2011, e aperfeiçoada no Brasil, no âmbito do Grupo de Pesquisa Acervos Fotográficos - GPAF

Dia: 07/11/2014 (sexta-feira)
Horário: a partir das 14 hs
Local: ICC central

Venha prestigiar, você vai se surpreender!!

01-2014-04 Serialidad APAL 01

Serialidad en periglo (cc) LOPEZ A P A
IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Serialidad
  • Autor: LOPEZ A P A
  • Titulo: Serialidad en peligro
  • Fecha de la imagen: 15/oct/2014
  • Ciudad/local: Girona, Carrer de Santa Clara
  • País: Catalunya

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Vista nocturna de una calle, ladeada con pequeños postes iluminados que hacen la separación entre la calzada y la acera. Al lado se pueden observar casas comerciales.
  • Pie de foto informativo:Las luces de separación de la acera están dispuestas en una línea que sigue hasta el horizonte. La calle está deserta y al fondo se percibe una luz de una bicicleta en el medio de la calle.
  • Pie de foto literário: Las línea de las luces tiene su serialidad amenazada por el faro de la bici.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos: Girona, Catalunya, Carrer de Santa Clara
  • Descriptores cronológicos: 1990-...
  • Descriptores temáticos: Transporte, Comercio, Urbanismo, Acceso, Patrimonio cultural
  • Descriptores visuales: Calle, Bicicleta, Poste, Luminarias, Luz, Acera, Ciudad


24 de octubre de 2014

01-2014-06 Veracidad RFN 01


 O reflexo da verdade (cc) Rodrigo de Freitas
IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Veracidad
  • Autor: NOGUEIRA R F
  • Titulo: O reflexo da verdade
  • Fecha de la imagen: 22/out/2014
  • Ciudad/local: Porto Alegre
  • País: Brasil

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: pessoa segurando celular frente ao espelho com lixeira ao lado.
  • Pie de foto informativo:o reflexo no espelho proporciona uma representação da pessoa que segura um celular.
  • Pie de foto literário: a realidade e a ilusão se misturam confundindo o observador.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos:
  • Descriptores cronológicos: 2007-...
  • Descriptores temáticos: comunicación,
  • Descriptores visuales: dispositivo móvil, vertedero, persona, espejo, piso, mano


01-2014-04 Serialidad RFN 02


Ao infinito e além (cc) Rodrigo de Freitas
IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Serialidad
  • Autor: NOGUEIRA R F
  • Titulo: Ao infinito e além
  • Fecha de la imagen: 22/out/2014
  • Ciudad/local: Porto Alegre
  • País: Brasil

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Escada rolante em funcionamento.
  • Pie de foto informativo:degraus da escada se movimentando para baixo.
  • Pie de foto literário: a repetição de degraus representa a série deles que compõe a escada.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos:
  • Descriptores cronológicos: 1950...
  • Descriptores temáticos: acesso, transporte, tecnologia, movilidad
  • Descriptores visuales: escalera, gafas, paso


01-2014-04 Serialidad RFN 01


Uma expectativa de atendimento (cc) Rodrigo de Freitas
IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Serialidad
  • Autor: NOGUEIRA R F
  • Titulo: Uma expectativa de atendimento
  • Fecha de la imagen: 22/out/2014
  • Ciudad/local: Brasília
  • País: Brasil

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Guinchê com suportes metálicos, cobertura em acrílico numerada em sequência crescente.
  • Pie de foto informativo:Os guinchês de atendimento são dispostos lado a lado e numerados.
  • Pie de foto literário: A ideia de serialidade é representada pela disposição sequencial dos guichês que são numerados e se apresentam ordenadamente, esses que são utilizados por companhia aérea para recebimento de bagagem e realização de chekin de passageiros.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos: 
  • Descriptores cronológicos: 1990-...
  • Descriptores temáticos: Transporte, Acceso, Urbanización.
  • Descriptores visuales: chillido, soportes de metal, cubierta de acrílico.


23 de octubre de 2014

O USO HISTÓRICO-CULTURAL DA IMAGEM: A FUNÇÃO PATRIMONIAL



O uso constante de imagens faz parte da cultura humana, as imagens fazem parte do cotidiano das civilizações. Isso pode ser verificado desde as pinturas rupestres, representações artísticas gravadas em abrigos ou cavernas feitas a milhares de anos, até a invenção da fotografia, em meados do século XIX, quando se começou a capturar as imagens. Nota-se, deste modo, que o ser humano possui traços inatos de produção visual de imagens. 

A sociedade incentiva o letramento por meio da alfabetização e o indivíduo é ensinado a ser textual sem, porém, deixar de ser visual. Essa dualidade pode ser percebida no cenário atual da sociedade, marcada pela intensa difusão de imagens fotográficas, cada vez mais difundidas pelas ferramentas tecnológicas de comunicação. O que gera o uso múltiplo e combinado de texto e imagem. 
A cultura continua. (cc) Natália Saraiva

Deste modo, é notável a importância do tratamento dos acervos fotográficos, seja pelo viés histórico ou funcional. Além disso, como bem ilustra Vigil (2012), deve-se buscar “la valoración de la fotografía como documento” atuando, desta maneira, na prática da chamada Documentação Iconográfica e, consequentemente, na construção geral do conhecimento.

O patrimônio cultural e histórico de uma sociedade é composto por diversos tipos de documentos e suportes. Itens fotográficos fazem parte desse patrimônio. A preocupação com os acervos fotográficos está relacionada a necessidade de equipes interdisciplinares que entendam dos diferentes aspectos desse suporte. Conhecimentos relacionados à técnicas de fotografia, história, contexto, dentre outros são necessários para adequado tratamento do patrimônio fotográfico.

A identificação de fotografias como sendo componentes de um patrimônio histórico e cultural depende de uma série de análise de conteúdo histórico, relevância e contexto. A criação de organizações para tratamento, disponibilização e preservação desse rico componente histórico social, de acordo com assuntos de interesse específicos para cada uma dessas instituições, poderia auxiliar na disseminação da relevante prática de preservação e disseminação dos acervos fotográficos relevantes.

Um documento fotográfico pode conter aspectos importantes para compreensão da sociedade. Ao fotografar uma cena cotidiana, pode-se não ter a intenção de contribuir para a formação de um acervo de imagens de uma cidade, por exemplo, mas ao abranger imagens de construções antigas, que por algum motivo não existem mais, essa fotografia pode compor um patrimônio histórico social.

Muito além da imagem retratada de forma clara e óbvia, um documento fotográfico pode conter elementos que sirvam como prova, como instrumento para restauração de construções antigas como calçadas e fachadas de prédios antigos. A imagem por sua rápida significação pode contar grandes histórias em pequenos pixels de imagem.

Como artefato histórico e social, o documento fotográfico necessita ser preservado e preservado. Mais que isso, esse tipo de documento necessita ser tratado para que possa ser facilmente recuperado. O acervamento de imagens, assim como demais acervos de diferentes suportes, precisa não apenas existir para serem guardados, mas principalmente para serem utilizados e disseminados.

É função primordial de um acervo fotográfico, fazer com que a sociedade conheça sua história. A criação de instituições para o tratamento de imagens deve estar focada na disseminação e na transformação social que a informação pode oferecer aos seus cidadãos.

No Brasil, o documento fotográfico pode favorecer ainda mais na preservação e na transmissão da história desse país. Entretanto, não há uma diretriz básica e comum para o tratamento desse patrimônio. Apesar da Fundação Nacional de Artes – FUNARTE tentar promover a preservação, conservação e disseminação de imagens relevantes para a nossa história enquanto Nação, não há uma instituição que de fato seja a responsável pela gestão das imagens fotográficas como porte do patrimônio nacional.

Verifica-se as informações contidas em documentos fotográficos brasileiros não podem ser localizadas em um único local, seja ele físico ou virtual. Se um pesquisador precisar de recorrer a uma foto para embasamento de pesquisa, terá que fazer uma espécie de garimpo. Diversas instituições, de públicas à privadas, precisarão ser consultadas. Sendo que em muitos casos, imagens históricas desse País só serão recuperadas em instituições privadas, mediante pagamento.

A falta de diretriz para a gestão de acervos fotográficos no Brasil cobra um alto preço em relação ao patrimônio histórico e cultural dessa Nação. Não possuir uma diretriz nacional para tratamento e guarda de imagens fotográficas gera incertezas, que por consequência provocam retrabalho e má gestão do patrimônio fotográfico nacional.

Deste modo, o estabelecimento de uma diretriz nacional para a gestão de documentos fotográficos no país contribuirá para o desenvolvimento social e cultural. Ao facilitar o trabalho dos envolvidos no processo de coleta, tratamento, guarda e disseminação desse tipo de material a diretriz para gestão de patrimônio de documentos fotográficos reduz gastos e gera economicidade na aplicação de recursos.

17 de octubre de 2014

A GÊNESE DOS DOCUMENTOS FOTOGRÁFICOS DE ARQUIVO: A FUNÇÃO PROBATÓRIA


A Arquivologia no Brasil tem ampliado seu horizonte de atuação nas ultimas décadas, esse processo de afirmação, enquanto disciplina do conhecimento, tem reforçado seus princípios e fundamentos, agregando valor à área e proporcionando discussões que fomentam o desenvolvimento teórico e profissional. No âmbito internacional o tratamento dos documentos fotográficos também enfrenta dificuldades.

No contexto de tratamento das fotografias, ou melhor, dos documentos fotográficos há muito tempo eles têm sido reconhecidos como elementos de prova. O documento fotográfico que anteriormente recebia o status de especial e por isso era arrancado do seu contexto e tratado isoladamente, perdia suas referências de criação e uso. Deve ser considerada a expressão de diversidade informacional presente na fotografia, que pode indicar subjetividade, pois sem as informações de contexto o uso do documento pode ser distorcido. Para Madio (2012), como

toda produção humana, a fotografia torna-se um documento de época, porém, se seus elementos originais constitutivos forem mantidos e identificados em todo seu processo, se tornará efetivamente um documento arquivístico, com seu valor probatório/funcional assegurado. Durante sua elaboração, processamento e arquivamento se observam algumas normas para manutenção e preservação dos objetivos originais, visto que, como já foi dito, o uso da fotografia como documento só é possível, quando conseguimos recuperar todas as informações explícitas e implícitas à imagem e ao processo de realização do registro fotográfico (p.60).
IMG_4260[1].JPG
A fotografia e o documento fotográfico. (cc) Natália Saraiva
Para a Arquivologia esse documento fotográfico se apresenta com características específicas que remetem a gênese do documento, que devem ser consideradas para a compreensão do contexto original de sua produção, contribuindo para que um conjunto documental seja representante da organicidade institucional ou pessoal.

Nessa perspectiva, abordar a gênese do documento fotográfico tem o objetivo de entender os aspectos que remetem a sua criação, à motivação para o seu registro, aos elementos que caracterizam o documento fotográfico como prova de uma atividade do seu produtor. Elementos que garantem a organicidade e que o tornam documento de arquivo.

No âmbito internacional, a fotografia é discutida na tentativa de identificar os diferentes usos enquanto patrimônio como afirma VIGIL  (2014) “internet es el medio de difusión del patrimonio cultural y fotográfico, y el desarrollo de contenidos en portales y webs es inseparable de la formulación de políticas con el fi n de visibilizar los fondos” (p.31).

A existencia de vários problemas comuns em âmbito internacional relacionado ao tratamento do documento fotográfico expõe a necessidade de criação de padronização de ações relacioandas ao tratamento e análise do documento fotográfico com vistas à garantia da preservação e do acesso.

Uma das necessidades citadas por Boadas (2014) é a criação de diretrizes gerais que envolvam aspectos de compartilhamento, convergência e atuação em rede observando as particularidades do documento fotográfico com atuação transversal.  Além disso, considerar a participação de equipes multidisciplinares com o objetivo de contemplar as diversas nuances do tratamento do documento fotográfico de arquivo, considerando “como parte integrante [...] todo el material documental textual que le esté directamente vinculado” (p. 20).

Assim, a discussão sobre o tratamento dos documentos fotográficos de arquivo é reconhecida como uma demanda internacional que converge para a tentativa de representação dos contextos de produção, as formas de uso e disponibilização do documento fotográfico como patrimônio que deve estar alicerçado em políticas regionais, nacionais ou internacionais, que promovam a preservação e o acesso.

01-2014-05 Autenticidad RFN 01

Uma expressão de autoridade (cc) Rodrigo de Freitas

IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Autenticidad
  • Autor: NOGUEIRA R F.
  • Titulo: Uma expressão de autoridade
  • Fecha de la imagen: 16/out/2014.
  • Ciudad/local: Brasília
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Diploma assinado pelo Reitor da Universidade de Brasília
  • Pie de foto informativo
  • Pie de foto literário: O carimbo em auto-relevo e a assinatura do Reitor da Universidade de Brasília indica o caráter autentico do documento.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos:
  • Descriptores cronológicos: 
  • Descriptores temáticos:
  • Descriptores visuales: 

16 de octubre de 2014

01-2015-01 Seguridad 01

Pronta para viajar! (cc) Natália Saraiva


IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Autenticidad.
  • Autor: SARAIVA N L.
  • Titulo: Pronta para viajar!
  • Fecha de la imagen: 16/10/2014.
  • Ciudad/local: Brasília.
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Película holográfica transparente apresentando as armas da República, o mapa do Brasil e as palavras BRASIL e BRA.
  • Pie de foto informativo: Película holográfica identificada como laminado de segurança com informações referente a identificação do país.
  • Pie de foto literario: A película holográfica além de ser um item de segurança também garante a autenticidade e o valor probatório para o passaporte.



BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: Natália de Lima Saraiva
  • Descriptores institucionales:
  • Descriptores geográficos: Brasil
  • Descriptores cronológicos: 2011-2014.
  • Descriptores temáticos:  viaje, turismo.
  • Descriptores visuales: Película holográfica transparente, símbolo de armas de la República, Mapa de Brasil.

15 de octubre de 2014

Imaginando na disciplina de Diplomática e Tipologia Documental

Estruturas Urbanas (cc) Ana Carolina Mouta
Concepto: Diplomática
Veja a ficha da fotografia Estruturas Urbanas aqui.

Visto Laos (cc) Bruno Morais Machado
Concepto: Autenticidad
Veja a ficha da fotografia Visto Laos aqui.

01-2014-06 Veracidad 01

Verdade ou ilusão? (cc) Natália Saraiva


IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Veracidad.
  • Autor: SARAIVA N L.
  • Titulo: Verdade ou ilusão?
  • Fecha de la imagen: 21/09/2014.
  • Ciudad/local: Brasília.
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Mão referenciando o tamanho da placa de sinalização de ciclista com Congresso Nacional ao fundo.
  • Pie de foto informativo: O tamanho da placa de sinalização de ciclista em evidência é irreal.
  • Pie de foto literario: A evidência da mão na placa de sinalização de ciclista reflete que a imagem não está retratada no seu tamanho real. O tamanho da estrutura do Congresso Nacional em comparação com o tamanho da placa corrobora para o entendimento do conceito de veracidade.



BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: 
  • Descriptores institucionales:
  • Descriptores geográficos: Brasília
  • Descriptores cronológicos: 1960-2014.
  • Descriptores temáticos:  tránsito, urbanismo.
  • Descriptores visuales: señales de tránsito, Congresso Nacional, banderas.

01-2014-04 Serialidad NLS 02

Corrente contínua (cc) Natália Saraiva


IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Serialidad.
  • Autor: SARAIVA N L.
  • Titulo: Corrente contínua
  • Fecha de la imagen: 10/10/2014.
  • Ciudad/local: Brasília.
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: Postes iluminados em sequencia.
  • Pie de foto informativo: Postes iluminados dispostos de forma progressiva para atender o objetivo da iluminação pública.
  • Pie de foto literario: A ideia de continuidade natural e progressiva dos postes de iluminação pública representa o conceito de serialidade.



BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: 
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos: Brasília
  • Descriptores cronológicos: 2002-2014.
  • Descriptores temáticos:  urbanismo, turismo.
  • Descriptores visuales: Puente JK, calle poste de iluminación, Lago Paranoá.

01-2014-04 Serialidad NLS 01


Quem chega primeiro? (cc) Natália Saraiva


IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Serialidad.
  • Autor: SARAIVA N L.
  • Titulo: Quem chega primeiro?
  • Fecha de la imagen: 22/09/2014.
  • Ciudad/local: Brasília/Parkshopping.
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: carros de corrida de brinquedo dispostos em fila.
  • Pie de foto informativo: carros de corrida de brinquedo enfileirados e numerados.
  • Pie de foto literario: a disposição em fileira dos carros de corrida de brinquedo representam a ideia de serialidade, continuação e ordenação.



BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: 
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos: 
  • Descriptores cronológicos: 1990-2014.
  • Descriptores temáticos:  entretenimiento, tecnología.
  • Descriptores visuales: coches de carreras, juguetes.

10 de octubre de 2014

01-2014-02 Acceso TMMP 01



Minha pasta funcional (cc) Tânia Moura


IDENTIFICACIÓN:
  • Concepto: Acceso
  • Autor: PEREIRA, T M M.
  • Titulo: Minha pasta funcional
  • Fecha de la imagen: 03/10/2014.
  • Ciudad/local: Brasilia/Universidade de Brasília.
  • País: Brasil.

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
  • Resumen del contenido: pasta de arquivo aberta com documentos a mostra.
  • Pie de foto informativo: pasta de documentos de arquivo com documentos.
  • Pie de foto literario: a pasta aberta com documentos representa acesso à informação.



BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: 
  • Descriptores institucionales: Universidade de Brasília.
  • Descriptores geográficos: 
  • Descriptores cronológicos:
  • Descriptores temáticos:  acceso información.
  • Descriptores visuales: carpeta de archivo, documentos.

01-2014-06 Veracidad JB 06


IDENTIFICACIÓN
  • Concepto: Veracidade
  • Autor: BRAGA, Jhonei
  • Título: "O Rio de Janeiro continua lindo"
  • Fecha de la imagem: 10/set/2014
  • País: Brasil

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
  • Resumen del contenido: mapa da cidade do Rio de Janeiro (Brasil).
  • Pie de foto informativo: imagem inicial do mapa turístico oficial da cidade do Rio de Janeiro.
  • Pie de foto literário: o mapa da cidade do Rio de Janeiro, apresentado, traz de forma detalhada tanto informações geográficas quanto de serviços de transporte, hotelaria e alimentação.
BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos:
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos:
  • Descriptores cronológicos: 
  • Descriptores temáticos:
  • Descriptores visuales: 

01-2014-05 Autenticidad JB 05



IDENTIFICACIÓN
  • Concepto: Autenticidade 
  • Autor: BRAGA, Jhonei 
  • Título: O autêntico 
  • Fecha de la imagem: 10/set/2014 
  • País: Brasil 

DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
  • Resumen del contenido: documento de habilitação. 
  • Pie de foto informativo: trata-se de um documento oficial de habilitação expedido pelo órgão competente. 
  • Pie de foto literário: o documento tem autenticidade por ser emitido por órgão competente, contendo assinatura das partes envolvidas no processo.

BUSCADORES DE CONTENIDO :
  • Descriptores onomásticos: 
  • Descriptores institucionales: 
  • Descriptores geográficos: 
  • Descriptores cronológicos: 
  • Descriptores temáticos: 
  • Descriptores visuales:

    01-2014-04 Serialidad JB 04



    IDENTIFICACIÓN
    • Concepto: Serialidade 
    • Autor: BRAGA, Jhonei 
    • Título: A ordem dos fatores altera o produto 
    • Fecha de la imagem: 10/set/2014 
    • País: Brasil 

    DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
    • Resumen del contenido: estante com publicações dispostas. 
    • Pie de foto informativo: as publicações estão dispostas nas prateleiras de forma sequencial. 
    • Pie de foto literário: a forma com que as publicações estão colocadas indica uma sequencia lógica uniforme ou intercalada.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales: 

      01-2014-06 Veracidad RP 06



      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Veracidade
      • Autor: PEIXOTO, Renata
      • Título: Representação de veracidade
      • Fecha de la imagem: 18/dez/2012
      • País: França

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: poster de natal com espaço para o rosto para fotografia turística.
      • Pie de foto informativo: imagem de mulher com trajes do Século XIX no inverno. A imagem faz parte de um poster destinado a fotografia de turistas. Há um espaço para que o fotografado insira seu rosto.
      • Pie de foto literário: o corpo feminino desenhado no poster não é corresponde ao rosto, pode-se colocar diferentes rostos para o mesmo corpo. Dessa forma, não há veracidade na imagem representada.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales: 

      01-2014-05 Autenticidad RP 05



      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Autenticidade
      • Autor: PEIXOTO, Renata
      • Título: Representação de autenticidade
      • Fecha de la imagem: 21/maio/2014
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: guia de ingressos da Copa do Mundo do Brasil 2014.
      • Pie de foto informativo: ingresso para jogo da Copa do Mundo do Brasil, referente a partida entre Suíça e Equador, realizada em 15 de junho de 2014 no Estádio Nacional de Brasília.
      • Pie de foto literário: ingresso utilizado para acessar a partida da Copa do Mundo do Brasil, permitida por meio da autenticidade do documento.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales: 

      01-2014-04 Serialidad RP 04




      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Serialidade
      • Autor: PEIXOTO, Renata
      • Título: Representação de serialidade
      • Fecha de la imagem: 24/dez/2013
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: bandeja com petiscos organizado por tipo.
      • Pie de foto informativo: os petiscos estão organizados na bandeja, separados de acordo com o sabor, servidos como entrada da ceia natalina.
      • Pie de foto literário: os petiscos estão divididos em fileiras alternadas, demonstrando a serialidade contida na imagem.

      17 de septiembre de 2014

      01-2014-03 Contexto TMMP 01

      formatura da galera (cc) Tânia Moura

      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Contexto
      • Autor: PEREIRA T M M
      • Título: Formatura da galera
      • Fecha de la imagen: 29/ago/2014
      • Ciudad/local: Brasília/Universidade de Brasília
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: aglomerado de pessoas sentadas usando roupa típica de formatura. Pessoa em escada segurando um canudo. Ao fundo logomarca da Universidade de Brasília (UnB)
      • Pie de foto informativo: Formatura dos alunos do curso de Museologia da UnB no primeiro semestre de 2013, realizada no Centro Comunitário Atos Bulcão da UnB.
      • Pie de foto literário: Representa uma sequencia de ações que caracterizam uma formatura.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :


      • Descriptores onomásticos:   
      • Descriptores institucionales: Universidade de Brasília 
      • Descriptores geográficos: Brasil 
      • Descriptores cronológicos: 1970-2013 
      • Descriptores temáticosla finalización del curso, paseo, evento.
      • Descriptores visuales: personas, sillas, gradas, logo, paja, beca.

      01-2014-01 Clasificación TMMP 01

      Óculos da imaginação (cc) Tânia Moura

      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Clasificación
      • Autor: PEREIRA T M M
      • Título: Óculos da imaginação
      • Fecha de la imagen: 14/set/2014
      • Ciudad/local: Brasília/Parkshopping
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: óculos expostos em prateleiras, separados por espelhos e dispostos em agrupamento.
      • Pie de foto informativo: óculos de sol e de grau agrupados por tipo, expostos em prateleiras separadas por um espelho .
      • Pie de foto literário: Os óculos estão dispostos de modo que se identifica organização, agrupamento e diversidade, por isso representa o conceito de classificação.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :


      • Descriptores onomásticos:   
      • Descriptores institucionales:  
      • Descriptores geográficos:  
      • Descriptores cronológicos: 2010-2014 
      • Descriptores temáticosvisión, belleza, comercio 
      • Descriptores visuales: gafas, estante, espejo, lámparas 

      12 de septiembre de 2014

      01-2014-01 Clasificación APAL 01


      Estreno de la camera


      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Clasificación
      • Autor: LOPEZ A P A
      • Título: Estreno de la camera
      • Fecha de la imagen: 10/ago/2014
      • Ciudad/local: Chile/Valle central , 40 km de Santiago
      • País: Chile

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: Banca de venda de produtos agrícolas ao longo de uma estrada, com montanhas ao fundo.
      • Pie de foto informativo: Conjuntos de produtos separados por seus tipos com uma embalagem diferenciada quanto a cor e ao tamanho.
      • Pie de foto literário: A separação colorida dos produtos de acordo com sua natureza é também uma forma de classificação.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :


      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales:  
      • Descriptores geográficos: Chile, Valle Central 
      • Descriptores cronológicos: 1990-... 
      • Descriptores temáticos:Agricultura, Agrupación, Alimentación, Comercio, Exposición, Ruralidad 
      • Descriptores visuales: Géneros agrícolas, Expositor, Paquetes 

      11 de septiembre de 2014

      Informação, acervamento e fotografia



      Na busca de definições sobre o objeto de estudo da Ciência da Informação, Le Coadic (2004) ilustra que a informação é um conhecimento registrado em qualquer forma e em qualquer suporte. Seguindo o que é preconizado e defendido pela Ciência da Informação, de que uma unidade de informação não é somente uma construção civil, mas sim um sistema de informação, temos, ainda, o ato de “acervar”. De acordo com Miranda (2007) “acervamento é um neologismo especializado, no sentido de um processo de formação e desenvolvimento de coleções mediante uma política específica, conforme sugere o sufixo “mento” (de mentar, conceber, idealizar)”. Deste modo, no tratamento técnico de acervo fotográfico deve ser considerada a especificidade desta tipologia informacional, tanto para promover um eficaz "acervamento" quanto para permitir um acesso fácil, rápido e de qualidade ao usuário.

      Referências

      LE COADIC, Y. F. A ciência da informação. 2ª ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.
      MIRANDA, Antonio. Diretrizes para o acervamento contínuo da BNB. Trabalho apresentado no XXII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação-CBBD, no Centro de Convenções de Brasília, em 9/07/2007.Disponível em: <http://www.antoniomiranda.com.br/ciencia_informacao/diretrizes_acervamento.ht>. Acesso em: 25 ago. 2014.

      Informação, sustentabilidade e disponibilidade: o desafio da sociedade moderna

      Gruta da Lagoa Azul - Bonito, MS - 2009 (Jhonei Braga)

      A sociedade atual passa por um momento marcado pelo intenso uso da informação, de forma rápida e acessível, por meio da tecnologia e da comunicação. Outro ponto que pode ser levantado como característica desta sociedade é a preocupação,  já tardia, com a preservação do meio ambiente e de seus recursos naturais renováveis ou não. Neste viés, encontra-se a importância, dentre várias, da informação ambiental nas tomadas de decisão para promover o equilíbrio entre  o desenvolvimento  urbano-territorial e a sustentabilidade. 

      Desta maneira, o profissional da  informação  tem, além das funções clássicas da Ciência da Informação, mais especificamente da Biblioteconomia (tratamento técnico e disseminação da informação), a atribuição de permitir um maior empoderamento informacional do técnico especializado e envolvido nas atividades do meio ambiente, bem como, da sociedade como um todo. 

      A abordagem da tríade temática informação-sustentabilidade-disponibilidade se faz, enormemente, pertinente e atual por causa do momento em que vive a sociedade moderna, marcada por necessidades tanto de novos olhares sobre o desenvolvimento de forma sustentável quanto de acesso rápido e confiável à informação ambiental, dentre outras. 

      01-2014-02 Acceso JB 03


      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Acesso
      • Autor: BRAGA Jhonei
      • Título: Acesso livre
      • Fecha de la imagen: 29 ago. 2014
      • Ciudad/local: Brasília, DF
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: representa a possibilidade de disponibilização da informação a partir do acesso livre às publicações nas estantes.
      • Pie de foto informativo: representação do conceito de acesso.
      • Pie de foto literário: ilustra o conceito de acesso irrestrito à informação por meio de publicações distribuídas nas estantes. A porta serve de moldura e faz alusão à acesso aberto. E com uma luz de fundo que sinaliza a ideia do fim da escuridão proporcionada pela ignorância.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales:  acceso, concepto, representación, información.

      01-2014-03 Contexto JB 02



      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Contexto
      • Autor: BRAGA, Jhonei
      • Título: Uma imagem diz tudo?
      • Fecha de la imagen: 27 ago. 2014
      • Ciudad/local: Brasília, DF
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: foco na placa de identificação da Faculdade de Ciência da Informação, da Universidade de Brasília - UnB, e ao fundo representação de um estilo arquitetônico.
      • Pie de foto informativo: representação do conceito de contexto.
      • Pie de foto literário: junção da placa de identificação da FCI/UnB, do estilo arquitetônico e um estudante ao fundo ilustrando o universo acadêmico e de fluxo da informação e do conhecimento.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales: contexto, concepto, representación, información, arquitectura.

      5 de septiembre de 2014

      Contexto, classificação e acesso: o céu de brigadeiro dos arquivos fotográficos

      Céu da Chapada dos Veadeiros (GO) - 2014 (cc) Tânia Moura
      A origem da expressão céu de brigadeiro se assenta em uma antiga prática existente entre os membros da Força Aérea. O brigadeiro, na hierarquia militar, ocupa o mais importante posto de comando da Aeronáutica. E, em razão de sua importância, só faz voos quando o céu apresenta condições favoráveis. A popularização da expressão aconteceu por meio dos locutores de rádio das décadas de 1940 e 1950 que tomaram conhecimento de tal prática militar e acharam interessante dizer que o dia tinha um “céu de brigadeiro”. Inicialmente, a curiosa gíria ganhou fama no Rio de Janeiro que, na época, ostentava o posto de capital do país e concentrava grande parte dos voos aéreos realizados.

      Nos ambientes das organizações, os documentos de arquivo dependem da classificação para que sejam devidamente arquivalos e localizados. E devem ser classificados de modo a refletir as funções para as quais são criados, pois serão agrupados em relação ao seu uso (SCHELLENBERG, 2004). Os princípios de classificação utilizados para criar os sistemas de classificação dos documentos de arquivo servem para facilitar o acesso. No caso dos arquivos fotográficos, que possuem algo mais que a reprodução da realidade, a representação nesses sistemas é um grande desafio, porque o contexto não está explicito na imagem. É preciso ter conhecimento da situação representada, da função e atividade que motivou a produção do documento fotográfico. 

      A classificação está fundamentada em características de diversidade, categoria e agrupamento. Diversidade significando as qualidades, aspectos ou tipos diferentes de objetos. A categoria como divisão de um sistema de classificação. E o agrupamento como reunião de coisas ou objetos sob a mesma classe. Assim, o sucesso de esquemas classificatórios para documentos fotográficos de arquivo depende da existência de um contexto claro como o céu de brigadeiro, o que torna mais fácil o trabalho tanto de arquivistas, quanto de bibliotecários e possibilitaria o acesso à informação. 

      Referências:

      SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 3ª ed. Rio de Janeiro. FGV, 2004.

      01-2014-03 Contexto RFN 03




      IDENTIFICACIÓN:
      • Concepto: Contexto.
      • Autor: NOGUEIRA R F.
      • Titulo: Imaginando um contexto
      • Fecha de la imagen: 29/ago/2014.
      • Ciudad/local: Brasília/Universidade de Brasília
      • País: Brasil.

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
      • Resumen del contenido: computador portátil (notebook) sobre mesa cor amarela com informações sobre o Blog do GPAF disposta na tela, câmera fotográfica Canon cor preta com fotografia recém tirada. 
      • Pie de foto informativo: Instrumento de registro fotográfico e equipamento informático para processamento de informações.
      • Pie de foto literário: a imagem indica o registro de uma fotografia que representa vinculação à imagem disposta no monitor do computador, em que o contexto de produção se vincula à realização de trabalho de alimentação do Blog do GPAF.
      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos:
      • Descriptores visuales: 

      04-2014-03 Contexto NLS 01



      IDENTIFICACIÓN:
      • Concepto: Contexto.
      • Autor: SARAIVA N L.
      • Título: Noite de autógrafos.
      • Fecha de la imagen: 28/ago/2014.
      • Ciudad/local: Brasília/Universidade de Brasília.
      • País: Brasil.

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
      • Resumen del contenido: evento de disponibilização do livro Registro Arquitetônico da Universidade de Brasília.
      • Pie de foto informativo: elemento de divulgação e autógrafos do livro Registro Arquitetônico da Universidade de Brasília, realizado no Memorial Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília.
      • Pie de foto literário: a disposição das fotografias pressupõe a ordem de registro do evento, começando pelo local de realização (Memorial Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília), seguido do motivo da realização do evento (autógrafo do livro Registro Arquitetônico da Universidade de Brasília), e a caracterização de um evento.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: Universidade de Brasília
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 2000
      • Descriptores temáticos: evento
      • Descriptores visuales: libro

      03-2014-01 Clasificación NLS 01



      IDENTIFICACIÓN:
      • Concepto: Classificação.
      • Autor: SARAIVA N L.
      • Titulo: Organização de Bebidas.
      • Fecha de la imagen: 31/ago/2014.
      • Ciudad/local: Brasília/Parkshopping.
      • País: Brasil.

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO:
      • Resumen del contenido: garrafas de água, de refrigerante e caixas de sucos organizados e selecionadas por característica com suas respectivas placas de preço.
      • Pie de foto informativo: elemento de classificação e organização de bebidas da Lojas Americanas, localizada no Parkshopping.
      • Pie de foto literário: a forma de organização e disposição das bebidas, nas Lojas Americanas do Parkshopping, é uma forma de classificação da sessão de bebidas da loja.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 
      • Descriptores temáticos: bebidas
      • Descriptores visuales: jugoagua, coca-cola

      Fotografia: a arte para compartilhar.

      Utilizar-se da fotografia, como uma forma de linguagem para expressar a arte, a diversidade de ideias, para contar uma história, ou provar o acontecimento de uma determinada atividade, é uma das formas atuais mais popularizadas de manifestação cultural e de cidadania.
      Com o crescente uso e a massificação dos recursos tecnológicos, como o uso da internet para o compartilhamento de imagens, tirar fotografias se tornou uma forma de manifestação que permite o entretenimento e a exposição de diferentes pontos de vista.
      A possibilidade de troca de experiências por meio da visibilidade e da potencialidade informacional exprime expressões e características individuais ou situacionais, através dos registros fotográficos, que possibilita uma forma de inclusão social, utilizando-se dos meios de comunicação.
      Assim, a fotografia permite armazenar uma grande quantidade de informações, fixadas em um determinado espaço de tempo, e é uma das formas mais próxima e disponível para o público, de forma geral, para representar verossimilhança com o objeto ou situação retratada, além de possibilitar a interação social, principalmente por meio da utilização dos recursos tecnológicos. E, sem dúvida, desperta um fascínio e uma atenção especial para os apreciadores, passando da simples constatação de referência a uma situação específica à admiração de uma bela


      Ipê Amarelo para compartilhar 
      Local: Universidade de Brasília/ Biblioteca Central
      Autor: SARAIVA N L
      Data da imagem: 28/ago/2014 

      O direito autoral e o acesso à informação

      Há muito se debate as limitações que a Lei 9.610/98, Lei de Direito Autoral (LDA) tem na produção e na disseminação da informação. A ciência da informação tem relevante papel social no que se refere ao acesso à informação.

      O aspecto social e humano da informação representa uma função da ciência da informação. Segundo Saracevic (1996): 
                                 “Os papéis econômico e social de toda e qualquer atividade de informação estão se 
                                 tornando mais e mais pronunciados; sua importância estratégica ultrapassa o nível 
                                 da cooperação regional e global, em direção ao desenvolvimento nacional e ao 
                                 progresso social, bem como em direção aos avanços organizacionais e vantagens 
                                 competitivas.”

      O direito autoral precisa ser discutido para que a informação não seja considerada apenas com uma mercadoria negociada financeiramente.

      01-2014-01 Clasificación JB 01




      IDENTIFICACIÓN
      • Concepto: Clasificación
      • Autor: BRAGA, Jhonei
      • TítuloUnião versus Segregação
      • Fecha de la imagen: 25/ago/2014
      • Ciudad/local: Brasília, DF
      • País: Brasil

      DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
      • Resumen del contenido: livros, estantes e etiquetas de identificação.
      • Pie de foto informativo: agrupamento de livros em estantes a partir de um sistema de classificação previamente definido.
      • Pie de foto literário: os livros distribuídos nas estantes obedecem a uma classificação convencionada, fazendo a junção de obras fisicamente diferentes, mas que tratam de assuntos de uma mesma área do conhecimento.

      BUSCADORES DE CONTENIDO :
      • Descriptores onomásticos:
      • Descriptores institucionales: 
      • Descriptores geográficos:
      • Descriptores cronológicos: 1990-2010
      • Descriptores temáticos
      • Descriptores visuales: classificação. conceito. representação. livro. estante. 

        01-2014-03 Contexto RP 03




        IDENTIFICACIÓN
        • Concepto: Contexto
        • Autor: PEIXOTO, Renata
        • Título: Representação de contexto
        • Fecha de la imagen: 19/ago/2014
        • Ciudad/local: Brasília
        • País: Brasil

        DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
        • Resumen del contenido: caixa de chocolate da marca Bis, com uma das unidades sem embalagem.
        • Pie de foto informativo: a caixa de chocolate da marca Bis foi comprada e um deles veio sem a embalagem.
        • Pie de foto literário: o chocolate sem embalagem chama atenção para o elemento diferenciado. Elemento este, que está fora de contexto.

        BUSCADORES DE CONTENIDO :
        • Descriptores onomásticos:
        • Descriptores institucionales: 
        • Descriptores geográficos:
        • Descriptores cronológicos: 1940-...
        • Descriptores temáticos: alimentación, agrupación, comercio, identificación, publicidad
        • Descriptores visuales: caja, chocolate, embalaje

          01-2014-02 Acceso RP 03



          IDENTIFICACIÓN
          • Concepto: Acceso 
          • Autor: PEIXOTO, Renata 
          • Título: Representação de acesso à informação 
          • Fecha de la imagen: 29/ago/2014 
          • Ciudad/local: Brasília 
          • País: Brasil 

          DESCRIPCIÓN DEL CONTENIDO
          • Resumen del contenido: armário com prateleiras e livros.  
          • Pie de foto informativo: conjunto de livros representando a ideia de acesso à informação. 
          • Pie de foto literário: os livros contêm informação registrada e estão guardados no armário. A porta entreaberta conota o acesso a esses livros. 

          BUSCADORES DE CONTENIDO :
          • Descriptores onomásticos:
          • Descriptores institucionales: 
          • Descriptores geográficos:
          • Descriptores cronológicos: 1990-2010
          • Descriptores temáticos: preservación, acceso a la información, gestión documental
          • Descriptores visuales: libro, estante